Poucas pessoas poderiam imaginar que a criação das criptomoedas em 2009 nos levaria a uma sucessão de inovações tecnológicas que mudariam completamente a forma de fazer negócios nas próximas décadas. Uma delas são as finanças descentralizadas – a base para a tokenização de ativos.

As finanças descentralizadas são o protocolo de criação de produtos e serviços financeiros em uma rede de blockchain, suportados por contratos inteligentes e, diferentemente do que acontece com produtos financeiros tradicionais.

A descentralização é a inexistência de poderes que controlem e cobrem taxas pelas operações – bancos, financeiras e serviços de pagamento.

Com isso, os idealizadores da DeFi querem chegar a um ecossistema financeiro desburocratizado, com operações independentes, mais baratas e com alto nível de segurança.

Os impactos positivos da descentralização de finanças nos negócios são muitos e sem restrição de porte de empresa ou setor de atividade.

Você sabe como a DeFi pode beneficiar a sua atividade?

A BLOCKBR, uma empresa nativa web 3.0, vai mostrar como funciona a descentralização financeira que ajuda empresas a criar negócios mais ágeis e com melhores resultados.

Vamos falar dela!

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA DEFI?

Para entender mais profundamente o que é a descentralização financeira e quais os seus impactos nos negócios, podemos destacar algumas características principais.

QUAIS AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS COM A DEFI?

Como podemos ver até aqui, o mercado de produtos financeiros é o cenário para gerar oportunidades de negócios – a única e crucial diferença é virtualizar os produtos e ofertá-los em um meio digital com uma série de vantagens que o mercado tradicional não oferece.

Um exemplo típico e crescente de investimento são os empréstimos P2P que podem ser oferecidos através de plataformas de negociação – as exchanges ou corretoras de criptoativos.

Nelas, a pessoa interessada pode entender as condições que são disponibilizadas e controladas por um contrato inteligente desenvolvido pela empresa que está ofertando o empréstimo. Sem a presença de intermediários, como bancos e financeiras, o empréstimo pode sair bem mais barato.

Como a blockchain onde a DeFi está hospedada funciona sem parar, é possível oferecer serviços que serão adquiridos por pessoas em outras partes do mundo.

Atualmente, a rede Ethereum é a maior e mais popular blockchain em desenvolvimento de projetos que usam DeFi e muito dessa projeção se deve ao seu token nativo, o ether, que já é quase equivalente ao BTC (bitcoin) em popularidade.

As criptomoedas durante alguns anos e atualmente acompanhadas dos tokens de ativos, são as formas mais típicas de finança descentralizada, por reunirem todas as características que citamos.

Ativos digitais e ativos físicos: Qual a melhor opção? A BLOCKBR traz informação para você fazer a escolha com segurança!

QUAIS AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS COM A DEFI?

O QUE AS FINANÇAS DESCENTRALIZADAS TRAZEM PARA O FUTURO?

O futuro já começou! Inúmeros setores já usam a descentralização de finanças para os mais variados negócios, em especial a tokenização de ativos – [067-004] que virtualiza e traz muitos benefícios para a captação de recursos.

Certamente a pergunta que começará a ser feita pelas empresas nos próximos anos não é quando as DeFi começaram a fazer a diferença, mas por que elas ainda não estão usando!

MAIS AGILIDADE NAS OPERAÇÕES

Esse é um primeiro e importante benefício das DeFi nas transações comerciais e financeiras da empresa através da blockchain: tudo é feito no modelo peer-to-peer, diretamente entre pontos da rede.

Pagar fornecedores, receber de clientes, fazer empréstimos ou ofertar bens e direitos físicos no formato digital – os tokens de ativos – serão operações diretas entre computadores, sem intermediários, como os bancos e as financeiras.

Isso torna as operações extremamente ágeis, reduzindo ao máximo o prazo de captação de recursos e afetando de forma positiva o fluxo de caixa das empresas.

OPERAÇÕES MAIS BARATAS

Reduzir custos tornou-se uma missão das empresas para enfrentar uma concorrência cada vez maior e cenários de crise, tanto internas quanto de mercado. Nesse ponto, a descentralização das finanças traz gastos muito menores do que as taxas cobradas pelo mercado financeiro.

Um ponto onde essa diferença será muito sentida é nos empréstimos, pois a redução de despesas em vários pontos dos processos das empresas contribuirá para reduzir as taxas de juros e os encargos que são cobrados em cada operação.

MAIS LUCRATIVIDADE E COMPETITIVIDADE

Essa é uma consequência natural de transacionar digitalmente sem o peso de custos que o ambiente financeiro atual cria: menos custos, mais margem nas operações. Além disso, é possível refinar a precificação a partir dos custos operacionais menores.

MERCADOS QUE NUNCA FECHAM

A tecnologia blockchain funciona ininterruptamente e isso será uma vantagem competitiva importante para todas as empresas e não apenas aquelas que operam com mercados internacionais.

Enquanto as equipes da empresa descansam, os pontos da rede estarão disponíveis para que clientes paguem compras feitas no e-commerce, boletos, extratos de cartões de crédito, quitem parcelas de empréstimo ou invistam em produtos ou imóveis tokenizados.

MAIS ALTO NÍVEL DE SEGURANÇA

A rede Ethereum e outras que operam com finanças descentralizadas usam em suas blockchain os mais altos níveis de segurança de dados disponíveis e são imunes a ataques cibernéticos e fraudes.

Todas as operações, sejam compra de tokens ou de simples pagamentos de clientes, são registradas de forma individual em uma estrutura que não permite alteração depois que todos os computadores da rede aprovarem a transação.

A aprovação é o chamado protocolo de consenso: cada nó da rede (cada computador) tem a mais atual posição das bases de dados usadas em determinada operação descentralizada – extrato de contas a receber ou saldos bancários, por exemplo.

Todas as versões devem ser exatamente iguais no momento de aprovar uma transação e isso impede que um ponto da rede tente inserir dados fraudados, garantindo a segurança da operação.

Quer saber mais sobre os termos que você vai ver todos os dias quando descentralizar suas finanças? Veja nosso glossário de blockchain!

COMO UTILIZAR AS FINANÇAS DESCENTRALIZADAS EM SEU NEGÓCIO?

Como podemos ver, as possibilidades das finanças descentralizadas nos negócios são ilimitadas, pois elas permitem a oferta, em uma escala mundial, mais segura e mais ágil, de produtos que fazem parte do nosso dia a dia.

Além disso, as formas inovadoras de fazer negócios nascem no mundo DeFi como a tokenização – a oferta de ativo físico e ativo digital diretamente ao mercado, suportada por uma rede blockchain com controle por smart contracts.

Um bom exemplo é a tokenização de recebíveis para captar recursos visando projetos para a empresa.

Outra finalidade da DeFi de importância estratégica é a governança financeira, tornando as operações mais rápidas para os clientes e mais rentáveis para o negócio.

O primeiro passo é buscar a consultoria de uma empresa especializada em produtos blockchain based, como a BLOCKBR, para apresentar o projeto e conhecer todas as variáveis

Dessa forma, sua empresa terá o entendimento mais compreensivo de um projeto de DeFi e quais os ganhos que ele trará para os negócios!

BLOCKBR Digital Assets é uma fintech nativa web 3.0 que une inovação tecnológica e o conhecimento digital para transformar ativos físicos em digitais, no processo de tokenização de ativos.

A oferta de ativos físicos e ativos financeiros tokenizados, tanto os atuais quanto novos, é democrática e descentralizada, o que torna a forma de investir segura, mais simples e mais eficiente.

Viabilizamos, estruturamos, emitimos e fazemos a oferta de tokens em nossa plataforma e fora dela. Esteja ciente que tokens dependem de viabilidade e fatores regulatórios.

Você quer tokenizar seu negócio ou parte dele? Tem uma solução de negócio e faz sentido emitir seu próprio token?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *